• Outono, inverno, primavera. Três estações perfeitas para curtir o lindo vale onde fica São Pedro da Serra, passear por suas estradinhas de chão e conhecer as belezas que existem em seu entorno. O tempo costuma ser mais firme, as manhãs absurdamente lindas, a tarde quentinha e a noite fria, de convidar ao aconchego e curtir um sono gostoso. Dá para sentir a liberdade em cada canto que se vá. Liberdade de caminhar sem medo, de ver a vida passar. Os cuidados necessários para não contaminar o próximo, ou não se contaminar, continuam os mesmos quando você estiver na pequena área urbana da vila. Mas o que não faltam são espaços abertos, e pouco frequentados, onde você vai poder sentir o ar puro e limpo da serra.

  • PRIMEIRA MOSTRA DE ARTE NA RUA DE SÃO PEDRO DA SERRA: Começa dia 9 de outubro e vai até o réveillon uma divertida iniciativa que uniu artistas e artesãos aos comerciantes da rua principal de São Pedro da Serra. Durante esse período, cerca de 25 obras de arte inspiradas pelo tema da Mostra (“O Essencial é invisível”) estarão espalhadas desde a Pracinha do Coreto até pouco além do Largo do Estrela. Há quadros, esculturas, instalações, tramas em tecido, estruturas feitas de sucata, intervenções em espaços, pintura em instrumentos musicais, um pouco de tudo. Na parte de eventos deste site, você encontrará o link para um mapinha feito no Google para ajudar a localizar onde está cada obra, quem fez e como ela é.

Fique bem no centrinho de São Pedro da Serra

Temos piscina e sauna. Uma horta caseira com raízes, ervas, temperos e morangos orgânicos em frente aos chalés e um jardim com muitas flores!

Conhecer as acomodações